Incansável, Cícero completa 100 jogos

Desde a sua primeira passagem, meio-campista desfalcou o Tricolor apenas uma única vez

Uma das opções mais versáteis e experientes do elenco, o meio-campista Cícero completou 100 jogos pelo Tricolor na vitória sobre o São Bento por 3 a 2 na última terça-feira (21), no Morumbi. Um dos homens de confiança do técnico Rogério Ceni, o camisa 8 mostra também nos números que o seu lugar é no campo.

Somando as duas passagens pelo clube – 2011/12 e a atual -, o jogador esteve à disposição em 99% dos jogos: atuou em 100 das 119 partidas (84%) do São Paulo neste período, além de ter ficado como opção no banco de reservas 16 vezes e sido cortado em duas ocasiões. Apenas uma única vez, suspenso, o atleta não pôde reforçar a equipe.

“Mais especial do que qualquer partida específica, acredito que a minha volta foi o momento mais marcante. Antes de retornar, no começo do ano, até lembrei da marca: saí do São Paulo com mais de 90 jogos, em 2013, e será especial completar 100 partidas nesta minha volta. Felizmente consegui dar continuidade ao trabalho da minha primeira passagem e agora posso festejar 100 jogos pelo clube. Estou feliz e honrado por isso”, afirmou Cícero, que disputou os oito duelos do time em 2017.

Em 100 compromissos com a camisa tricolor, o meio-campista acumula 54 vitórias, 23 empates, 23 derrotas e 16 gols marcados. Sua estreia foi no dia 17 de julho de 2011, no triunfo sobre o Internacional por 3 a 0, em pleno Beira-Rio.

“O São Paulo tem uma camisa mundialmente conhecida, grandiosa e com muita história. Todos conhecem a grandeza do clube pelo mundo. É gratificante fazer parte disso e honrar esta camisa nos jogos. Estou contente com a minha volta e com a marca, mas quero jogar muito mais para retribuir o carinho do torcedor. Desejo títulos para marcar a minha passagem pelo clube”, acrescentou o jogador, que foi campeão da Sul-Americana de 2012.

“Felizmente, em todos os lugares que passei, sempre consegui jogar. Os treinadores me davam apoio, e no São Paulo isso não é diferente. Na minha primeira passagem, em um ano e meio, fiz 92 jogos. E isso é muita coisa. Procuro seguir as recomendações da comissão técnica para ficar sempre à disposição e evitar as lesões. Tento fazer bem o meu trabalho de campo para que o torcedor se identifique comigo. Se deixar, vou jogando, jogando”, disse o atleta, que emendou.

“É difícil chegar na marca do Rogério (risos), mas a torcida pode ter certeza de que terei muitos jogos pelo São Paulo”, finalizou Cícero, que atipicamente não estará à disposição no próximo final de semana, diante do Novorizontino, pois recebeu o terceiro cartão amarelo no Campeonato Paulista.

Sinfonia Rock

Newsletter

Assine nossa newsletter e receba as novidades da rádio em seu e-mail.

Twitter @SPFCDigital

RT @SaoPauloFC: São-paulinos aprimoram o contragolpe na atividade desta sexta-feira https://t.co/3vWnLedI3V https://t.co/1glvxyVjh8
Bom dia ouvintes Hoje não teremos TN. Com as chuvas a nossa prestadora de serviços de internet,… https://t.co/AGAFr7CRdb
RT @folha: Caixa leva Taça das Bolinhas em segredo para agência em São Paulo https://t.co/XiCkpFNrpC https://t.co/0zRfK4qDZh

logo rádio sp digital

Transmitindo 24 horas por dia pela internet, a rádio São Paulo Digital representa o canal de comunicação feito somente para o torcedor São Paulino. Somos a rádio da nação Tricolor!