39 anos da conquista do primeiro Campeonato Brasileiro

No dia 5 de março de 1978, o Tricolor sagrou-se Campeão Brasileiro de 1977

De azarão a campeão. Essa foi a jornada do Tricolor durante a campanha que rendeu o primeiro troféu de Campeão Brasileiro ao clube, em 1977, conquistado magistralmente no dia 5 de março de 1978, há 39 anos.

A crítica esportiva de então era implacável ao afirmar que o São Paulo era a grande zebra. Afinal, o clube havia terminado o Paulistão daquela temporada em 3º lugar e o bicampeão Internacional, de Falcão, o Fluminense, de Rivellino e o Flamengo, de Zico, eram mais cotados ao título. Contudo, quem entrou em campo para enfrentar o Atlético Mineiro, candidato máximo ao título naquela decisão, foi o Tricolor. O Mineirão estava em ebulição com 102.974 pessoas. O Galo decidia o título em casa, em um jogo único, pelo fato de ter melhor campanha acumulada nas fases anteriores.

O clima nos bastidores era tenso. Se o São Paulo não teria Serginho, suspenso pelo STJD, o Atlético não teria também Reinaldo, pelo mesmo motivo. A guerra psicológica foi adotada por ambos os lados e ameaças de efeitos suspensivos eram as pautas do dia. Rubens Minelli - também impedido de exercer normalmente as funções dele (teve que passar instruções via rádio para o auxiliar Mário Juliato, no banco) -, então ousou, mandou que, de última hora, Serginho fosse à Belo Horizonte para ser integrado ao restante do grupo e que aparecesse no vestiário paramentado com o uniforme de jogo. Foi aquele alvoroço! A imprensa achou que o Tricolor havia de fato conseguido o efeito suspensivo.

Desconcentrados pelo diz-que-me-diz dos corredores, os mineiros subiram ao campo e foram surpreendidos pela melhor postura dos jogadores do São Paulo, que tiveram as melhores chances de gol durante o jogo: Viana acertou o travessão durante o tempo regulamentar e o zagueiro Márcio salvou em cima da linha um cabeceio de Chicão, na prorrogação.

Como o placar não foi alterado no tempo regulamentar, a decisão seria então sob a pressão dos pênaltis. O primeiro a bater foi o tricolor Getúlio, ex-jogador do Atlético. Resoluto, correu devagar, tocou forte na bola, mas veio a defesa de João Leite. A decisão não começou bem para o São Paulo...

Foi a vez, então, de Toninho Cerezo bater, apoiado por mais de cem mil vozes aos gritos de "Galô, Galô, Galô". Chutou, chutou alto, acima de Waldir Peres, acima do travessão: para fora! A esperança tricolor de sair à frente agora estava na cobrança de Chicão, o capitão do time, o "Deus da Raça" são-paulino. Chicão correu e... escorregou. João Leite defendeu. O título parecia escapar por entre os dedos... Ziza colocou o time de Minas à frente. Peres depois empatou, 1 a 1. Alves recolocou, a seguir, o Atlético na liderença.

Antenor, na sequência, acertou o gol para o Tricolor. Se Joãozinho Paulista marcasse a cobrança seria muito difícil para o São Paulo recuperar. Waldir Peres então se destacou, herói, quando o adversário ajeitava a bola para a cobrança: deixou sua meta e foi ter-se com ele, tirou a bola do lugar e o provocou. Pressionado, Joãozinho mandou a bola nas alturas e manteve o empate...

Bezerra, são-paulino, marcou o seu. Que virada! Que reviravolta na decisão. Agora Márcio, aquele que salvara o galo durante a partida, teria a responsabilidade de manter o Atlético vivo na disputa. Waldir Peres então pegou pesado: deu um tapinha nas nádegas do zagueiro como se o eximisse da responsabilidade - o que obviamente teve o efeito contrário. Cobrança executada e... Novamente, bola lá em cima, fora do gol!

Chicão ergueu a taça e o São Paulo assim sagrou-se Campeão Brasileiro pela primeira vez. A primeira de muitas vezes do maior campeão da competição. Um bom retrospecto para aquele que largara como zebra... Uma zebra tricolor.

1977_brasileiro.jpg

05.03.1978 Belo Horizonte (MG) Estádio Governador Magalhães Pinto
Clube ATLÉTICO MINEIRO 0 X 0 SÃO PAULO Futebol Clube
Tempo normal: 0 x 0; Prorrogação: 0 x 0; Pênaltis: 3 x 2 para o SPFC.

SPFC: Waldir Peres; Getúlio, Tecão, Bezerra e Antenor; Chicão (capitão), Teodoro (Peres) e Darío Pereyra; Viana (Neca), Mirandinha e Zé Sergio. Técnico: Rubens Minelli.

CAM: João Leite, Alves, Márcio, Vantuir e Valdemir, Toninho Cerezo, Ângelo e Marcelo (Paulo Isidoro), Serginho, Caio (Joãozinho Paulista) e Ziza. Técnico: Barbatana.

Árbitro: Arnaldo David Cezar Coelho
Renda: CR$ 6.857.080,00
Público: 102.974 pagantes

Pênaltis:

  • Getúlio - perdeu (João Leite) / Toninho Cerezo - perdeu (por cima)
  • Chicão - perdeu (João Leite) / Ziza - gol
  • Peres - gol / Alves - gol
  • Antenor - gol / Joãozinho Paulista - perdeu (cima)
  • Bezerra - gol / Márcio - perdeu (por cima)

1977

CAMPANHA

Primeira Fase
16.10.1977 – 1 X 0 – Clube NÁUTICO Capibaribe (PE)
19.10.1977 – 2 X 0 – BOTAFOGO Futebol Clube (PB)
23.10.1977 – 0 X 0 – CSA – Centro Sportivo Alagoano (AL)
02.11.1977 – 1 X 1 – Esporte Clube XV de Novembro (Piracicaba – SP)
06.11.1977 – 0 X 2 – Sociedade Esportiva PALMEIRAS (SP)
13.11.1977 – 1 X 0 – SANTA CRUZ Futebol Clube (PE)
16.11.1977 – 3 X 0 – TREZE Futebol Clube (PB)
23.11.1977 – 2 X 0 – SPORT Clube do RECIFE (PE)
26.11.1977 – 4 X 0 – CRB – Clube de Regatas Brasil (AL)

Segunda Fase
04.12.1977 – 0 X 2 – Sport Club CORINTHIANS Paulista (SP)
07.12.1977 – 5 X 0 – BRASÍLIA Esporte Clube (DF)
11.12.1977 – 4 X 1 – Sport Club INTERNACIONAL (RS)
18.12.1977 – 0 X 0 – AMÉRICA Futebol Clube (RJ)

Terceira Fase
28.01.1978 – 4 X 2 – Esporte Clube XV de Novembro (Piracicaba – SP)
01.02.1978 – 3 X 1 – Associação Atlética PONTE PRETA (SP)
12.02.1978 – 0 X 1 – BOTAFOGO Futebol Clube (Ribeirão Preto – SP)
15.02.1978 – 4 X 3 – SPORT Clube do RECIFE (PE)
19.02.1978 – 3 X 1 – GRÊMIO Foot-Ball Porto Alegrense (RS)

Semifinais
26.02.1978 – 3 X 0 – OPERÁRIO Futebol Clube (MS)
01.03.1978 – 0 X 1 – OPERÁRIO Futebol Clube (MS)

Final
05.03.1978 – 0 X 0 – Clube ATLÉTICO MINEIRO (MG) 3 X 2 pen.

CLASSIFICAÇÃO FINAL

C.TIMEPGJVEDGMGSSGAP
São Paulo FC (SP)4021134440152568,3%
C Atlético Mineiro (MG)5021174055163987,3%
Operário FC (MS)3220106428161260,0%
Londrina EC (PR)282010463328556,7%
Botafogo FR (RJ)371811703082274,1%
SE Palmeiras (SP)3418123333181572,2%
AA Ponte Preta (SP)3219113529121763,2%
SC Corinthians P (SP)311910632471763,2%
CR Flamengo (RJ)311996431112057,9%
10ºSanta Cruz FC (PE)3018105333151864,8%
11ºEC Bahia (BA)301996426121457,9%
12ºCR Vasco da Gama (RJ)291888226101659,3%
13ºGrêmio FBPA (RS)281894531181357,4%
14ºClube do Remo (PA)25188462618851,9%
15ºBotafogo FC (Rib. Preto-SP)24188642821755,6%
16ºCruzeiro EC (MG)24186753027346,3%
17ºAmérica FC (RN)24206862327-443,3%
18ºAmérica FC (RJ)231961031919049,1%
19ºA Desportiva FVRD (ES)22207582133-1243,3%
20ºSport CR (PE)21187472624246,3%
21ºSantos FC (SP)20185672122-138,9%
22ºEC XV de Novembro (Pir.-SP)18184861213-137,0%
23ºSER Caxias (RS)16183962126-533,3%
24ºN Fast Club (AM)121842122241-1925,9%
25ºSC Internacional (RS)221373322101261,5%
26ºFluminense FC (RJ)201482423101361,9%
27ºAD Confiança (SE)18147251719-254,8%
28ºGuarani FC (SP)18146261810847,6%
29ºA Portuguesa D (SP)17146261412247,6%
30ºCeará SC (CE)17156361615146,7%
31ºGrêmio E Maringá (PR)17136251413151,3%
32ºUberaba SC (MG)17135441511448,7%
33ºGoytacaz FC (RJ)17135531613351,3%
34ºABC FC (RN)16145451414045,2%
35ºGoiás EC (GO)16134631917246,2%
36ºVolta Redonda EC (RJ)16154651716140,0%
37ºJoinville EC (SC)15135351518-346,2%
38ºEC Vitória (BA)15154471420-635,6%
39ºEC Juventude (RS)14135351211146,2%
40ºVitória FC (ES)14155371330-1740,0%
41ºRiver AC (PI)14154561829-1137,8%
42ºSampaio Correa FC (MA)14153661520-533,3%
43ºAvaí FC (SC)13135171418-441,0%
44ºCR Brasil – CRB (AL)13134271622-635,9%
45ºC Atlético Paranaense (PR)13133551921-235,9%
46ºAmérica FC (MG)12134271622-535,9%
47ºCS Alagoano – CSA (AL)12133461216-433,3%
48ºBrasília EC (DF)11135171027-1741,0%
49ºCoritiba FC (PR)11134271623-735,9%
50ºAmericano FC (RJ)1113346824-1633,3%
51ºPaysandu SC (PA)11133461727-1033,3%
52ºC Náutico C (PE)11134271516-135,9%
53ºFortaleza EC (CE)10153391221-926,7%
54ºNacional FC (AM)913328922-1328,2%
55ºTreze FC (PB)913256928-1928,2%
56ºEC Flamengo (PI)815168825-1720,0%
57ºBotafogo FC (PB)713229922-1320,5%
58ºGoiânia EC (GO)7132381429-1523,1%
59ºVila Nova FC (GO)7131481120-917,9%
60ºFluminense FC (F. Santana-BA)715159621-1517,8%
61ºCS Sergipe (SE)61522111227-1517,8%
62ºCE Dom Bosco (MT)5131391432-1815,4%

    Tricolor em Notícias

    Newsletter

    Assine nossa newsletter e receba as novidades da rádio em seu e-mail.

    Twitter @SPFCDigital

    RT @SaoPauloFC: São-paulinos aprimoram o contragolpe na atividade desta sexta-feira https://t.co/3vWnLedI3V https://t.co/1glvxyVjh8
    Bom dia ouvintes Hoje não teremos TN. Com as chuvas a nossa prestadora de serviços de internet,… https://t.co/AGAFr7CRdb
    RT @folha: Caixa leva Taça das Bolinhas em segredo para agência em São Paulo https://t.co/XiCkpFNrpC https://t.co/0zRfK4qDZh

    logo rádio sp digital

    Transmitindo 24 horas por dia pela internet, a rádio São Paulo Digital representa o canal de comunicação feito somente para o torcedor São Paulino. Somos a rádio da nação Tricolor!