Curtinhas da Vitória: São Paulo 3 x 1 ABC

Os principais destaques históricos e estatísticos após a vitória do Tricolor sobre o ABC na Copa do Brasil

No Morumbi, o São Paulo venceu o ABC por 3 a 1, com gols de Luiz Araújo (2) e Lucas Pratto, em partida válida pela Copa do Brasil 2017. Confira, abaixo, as principais informações estatísticas e históricas decorrentes desta boa atuação do Tricolor.

MELHOR INÍCIO DE TEMPORADA DESDE 2005

De modo geral, este início de temporada do Tricolor, em jogos competitivos, é o nono melhor da história e o melhor desde 2005. São sete vitórias e dois empates em 10 partidas realizadas, resultando em um aproveitamento de 76,67%. No ano do Tri Mundial e do Tri da Libertadores, a campanha são-paulina, nesses mesmos dez jogos iniciais, foi de 9 vitórias e 1 empate (93,33%).

ANOJVEDGMGS%P
200510910311293,33
194610811361783,33
194810811241083,33
199610811281183,33
20041081120983,33
19741073016580,00
19751073016180,00
19831073021280,00
201710721291776,67

INVENCIBILIDADES

O São Paulo está invicto há nove jogos. Desde a derrota para o Audax, no início do Campeonato Paulista deste ano, o Tricolor não sabe o que é perder. A série, por si só, é a melhor desde 2013, quando, após o regresso do técnico Muricy, o time chegou a acumular 10 jogos somente com vitórias ou empates.

O recorde absoluto, entretanto, está muito – mas muito – distante. Entre 13 de novembro de 1974 e 03 de agosto de 1975, o São Paulo permaneceu 47 jogos invicto!

Os são-paulinos também mantêm uma invencibilidade de 12 jogos nos próprios domínios (não considerando os jogos do elenco sub-20 pela profissional Copa Paulista). A última derrota do Tricolor no Morumbi se deu em 24 de agosto de 2016, frente ao Juventude (1 x 2), pela Copa do Brasil. É a maior série desde 2015 (17 jogos invictos, com 14 vitórias e três empates).

A maior sequência invicta no Morumbi, em todos os tempos, ocorreu entre 1986 e 1987: 31 jogos (20 vitórias, 11 empates).

MÉDIA DE GOLS MARCADOS

Em termos de ataque, o desempenho atual - 29 gols marcados em dez jogos competitivos - é o 11º melhor em todos os tempos, e novamente o melhor desde 2005 (31 gols). A melhor campanha, em toda história, contudo, é de 1933, em que nesse mesmo critério o Tricolor obteve a incrível marca de 47 gols marcados.

ANOGMGSSGMMMS
19334720274,702,00
19463617193,601,70
19423514213,501,40
19323412223,401,20
19313316173,301,60
19433314193,301,40
19443216163,201,60
20053112193,101,20
20023118133,101,80
19453014163,001,40
20172917122,901,70

JOGOS NECESSÁRIOS PARA A MESMA QUANTIDADE DE GOLS

Pelo prisma da quantidade de jogos necessária para marcar o mesmo tanto de gols que o Tricolor nessa temporada também é possível notar a evolução do time se comparado aos últimos anos. Para chegar a 29 gols marcados em 2017 foram necessários apenas 10 jogos de competição oficial, enquanto em 2016 foram precisos 22 partidas competitivas e em 2015, 14.

A tabela se completa, neste século, da seguinte maneira: 2014, 16; 2013, 13 jogos; 2012, 14 jogos; 2011, 14 jogos; 2010, 16 jogos; 2009, 16 jogos, 2008, 20 jogos; 2007, 14 jogos; 2006, 11 jogos; 2005, 9 jogos; 2004, 15 jogos; 2003, 11 jogos; 2002, 10 jogos; e, por fim, 2001, 16 jogos.

Ou seja, no século XXI, somente em 2005 o São Paulo teve um início de temporada melhor que em 2017, em termos de gols marcados nos dez primeiros jogos competitivos.

TRÊS JOGOS SEGUIDOS MARCANDO NO MÍNIMO TRÊS GOLS

O São Paulo não obtia essa marca (construída em cima de PSTC, Santo André e ABC) desde 2014, quando o Tricolor venceu o XV de Piracicaba por 3 a 1, o Osasco Audax por 4 a 0 e o Corinthians por 3 a 2 - todos os jogos válidos pelo Paulistão daquele ano.

Se os são-paulinos tivessem marcado mais um gol ontem, teriam realizado a proeza de anotar quatro gols em três partidas consecutivas, fato que não ocorre desde 2002, quando o time de Kaká e cia destruiu os adversários, marcando essa quantia mínima de gols em sete - sim, SETE, jogos seguidos: 4 a 2 no Flamengo, 4 a 1 no Treze, 4 a 1 na Ponte Preta, 5 a 0 no Flamengo-PI, 4 a 1 no América-RJ, 4 a 0 na Portuguesa e 7 a 0 no Bangu!

AINDA SOBRE A SEQUÊNCIA DE JOGOS MARCANDO GOL

Outra marca considerável do Tricolor está no fato do time ter marcado gol nos últimos dez jogos. Embora a última vez em que isso ocorrera seja recente (11 jogos em 2016), o feito demonstra a constância da equipe.

Mas, além de constância, o time são-paulino se mostra verdadeiramente ofensivo. O número de jogos marcando no mínimo dois gols reflete isso. O São Paulo está há oito jogos consecutivos marcando pelo menos dois tentos. É a maior série desde 2006, quando o Tricolor permaneceu 10 jogos marcando no mínimo dois gols.

Vale destacar que o recorde absoluto de jogos marcando gols realmente é ABSOLUTO. Foram 104 ABSURDOS JOGOS marcando gol entre 23 de março de 1930 e 29 de outubro de 1933. Ou seja, do segundo jogo da história do clube até quase quatro anos depois com gol marcado todo santo jogo!

PRIMEIRO TEMPO DECISIVO

O São Paulo está invicto há 14 “primeiros tempos” disputados. A última derrota na etapa inicial de uma partida ocorreu frente à Chapecoense, pelo Brasileiro 2016, fora de casa (0 a 2). De lá, para cá, foram oito vitórias e seis empates na primeira fase do jogo, que resultaram em nove vitórias, quatro empates e somente uma derrota (Audax).

Este é o melhor desempenho desde 2014, quando o time permaneceu invicto em 21 "primeiros tempos" disputados entre agosto e novembro.

VITÓRIAS NOS DOIS TEMPOS DE JOGO

Nas últimas três partidas, contra PSTC, Santo André e ABC, o Tricolor venceu os dois tempos de jogo (3 a 2 e 1 a 0; 2 a 0 e 2 a 1; 1 a 0 e 2 a 1). Esta marca - seis tempos de jogo vencidos consecutivamente - não acontecia desde 2010/2011: no último jogo da temporada 2010, 4 a 0 no Atlético-MG (3 a 0 e 1 a 0) e nos dois primeiros de 2011, 2 a 0 no Mogi Mirim (1 a 0 e 1 a 0) e 3 a 0 no São Bernardo (2 a 0 e 1 a 0).

Considerando partidas de uma mesma temporada, o fato não ocorria desde 2009, quando o São Paulo venceu o segundo tempo contra o Vitória (1 a 0, placar final), os dois tempos do 3 a 1 contra o Botafogo (2 a 1 e 1 a 0) e Goiás (1 a 0 e 2 a 1) e o primeiro tempo do 2 a 1 contra o Sport (1 a 0).

VITÓRIA POR SALDO DE DOIS GOLS NA PRIMEIRA PARTIDA ELIMINATÓRIA DA COPA DO BRASIL

Sempre que o Tricolor venceu a primeira partida de um confronto eliminatório da Copa do Brasil por um saldo de dois gols, não importando se em casa ou fora (e sendo um embate decidido em dois jogos), o clube sempre conseguiu classificar-se para a fase seguinte do torneio.

Em 1998, venceu o Grêmio por 2 a 0 no Morumbi e no jogo de volta também bateu os gaúchos pelo mesmo placar. No ano 2000, venceu o América-RN por 3 a 1 no Machadão e na partida posterior venceu novamente, agora por 3 a 2 no estádio são-paulino. Em 2003, os tricolores venceram o Figueirense por 2 a 0 fora de casa e como mandantes derrotaram os catarinenses por 1 a 0. Por fim, em 2012, o São Paulo fez 2 a 0 no Goiás no Morumbi e no Serra Dourada empatou em 2 a 2, selando a classificação.

TABUS APÓS VITÓRIA PARCIAL AO FIM DO 1º TEMPO

Na Copa do Brasil, sempre que o Tricolor terminou o primeiro tempo vencendo por 1 a 0, o time só perdeu exatamente uma partida na Copa do Brasil. Foi em 1993, no Morumbi, contra o Cruzeiro (1 a 2). E a última vez que o resultado obtido não foi uma vitória para os são-paulinos ofi em 2003, contra o Gama, no Distrito Federal (2 a 2). Ao todo, contando o jogo de ontem (8), o São Paulo mantém um tabu com 19 vitórias e quatro empates, desde aquela única derrota.

Se considerada a vitória, por qualquer placar, ao término da primeira etapa, um revés não ocorre desde 2001, na virada sofrida para o Grêmio por 3 a 4, no Morumbi, em 2001.

ARTILHEIROS DA BASE NA COPA DO BRASIL

Luiz Aráujo marcou, ontem (8), os dois primeiros gols dele na Copa do Brasil. O atacante, revelado no CFA de Cotia, assim já é o sétimo maior goleador prata da casa do clube na competição - e pode conquistar novas posições em breve. Os maiores artilheiros, França, com 21 gols e Dodô, com 7, são jogadores da base do Tricolor, inclusive tendo disputado Copa São Paulo de Juniores, apesar de terem começado carreira amadora em outros clubes. Segue a lista dos principais goleadores: Kaká, 7 gols; Júlio Baptista, 6 gols; Rogério Ceni, 4 gols e Cláudio Moura, 3 gols.

O atual atacante são-paulino está empatado, agora, com André Luiz, Bordon, Caio, Casemiro, Catê, Denilson, Edu, Lucas e Vaguinho.

TRÊS VITÓRIAS SEGUIDAS DESDE A ESTREIA NA COPA DO BRASIL

Este ano, o Tricolor venceu os três primeiros jogos do time na Copa do Brasil (Moto Club, PSTC e ABC). Algo semelhante somente ocorreu duas outras vezes na história: em 2012, a mais recente (vitórias de 1 a 0 e 4 a 0 sobre o Independente e 5 a 2 no Bahia de Feira) e em 2001 (nesse ano, contudo, a sequência final obtida foi maior: 5 vitórias seguidas - 1 a 0 e 10 a 0 sobre o Botafogo-PB, 4 a 2 no Ceará e 3 a 0 e 2 a 0 no Vitória).

NÚMEROS GERAIS

  • Jogo nº 5468
  • Vitória nº 2798
  • Gols marcados até o momento: 10.143
  • Jogo nº 1636 do Tricolor no Morumbi
  • Vitória nº 967 do Tricolor no Morumbi
  • Gols marcados pelo Tricolor no Morumbi até o momento: 3.085
PMB

Twitter @SPFCDigital

RT @SaoPauloFC: #VEMPROMORUMBI Estamos chegando aos 10.000 ingressos vendidos para o clássico! Já comprou o seu? https://t.co/smuEbITU6M…
RT @SaoPauloFC: Torcida convocada para o clássico! https://t.co/qJozFqoHDS INGRESSOS https://t.co/smuEbITU6M https://t.co/AP1i3GSBji
No ar TRICOLOR EM NOTÍCIAS Todas as informações do SPFC reunidas em uma hora de notícias que o… https://t.co/sbsXCbQ4kP

logo rádio sp digital

Transmitindo 24 horas por dia pela internet, a rádio São Paulo Digital representa o canal de comunicação feito somente para o torcedor São Paulino. Somos a rádio da nação Tricolor!