Raí é o novo executivo de futebol do São Paulo

Escrito Por em 7 de dezembro de 2017

As vidas de Raí e São Paulo passaram a caminhar juntas há 30 anos, quando o então jogador do Botafogo-SP fora contratado pelo Tricolor e foi fundamental para o clube escrever algumas das páginas mais vitoriosas da sua história. Nesta quinta-feira (7), esta relação ganha um novo e importante capítulo: o ex-jogador é o novo executivo de futebol do clube.

Desta forma, Raí será o principal responsável por todo o departamento e tem como primeiro desafio dar andamento ao planejamento para a próxima temporada, traçado ao lado da comissão técnica liderada por Dorival Júnior. O ex-jogador inclusive já realizou as primeiras reuniões de trabalho com a diretoria para definir a ordem de prioridades.

Em 2018, o Tricolor disputará o Campeonato Paulista, a Copa do Brasil, a Copa Sul-Americana e o Campeonato Brasileiro. O presidente Carlos Augusto de Barros e Silva oficializou Raí no cargo e deu boas-vindas ao novo dirigente são-paulino. 

“Trata-se de uma figura maiúscula da história do São Paulo, que chega à nova função respaldado não só por sua ligação com o clube como também por uma bem-sucedida carreira como empreendedor e gestor, por seu conhecimento do futebol dentro e fora de campo e por sua mentalidade moderna, vencedora e ambiciosa. Tenho certeza de que ele desenvolverá um grande trabalho” afirmou.

A nova trajetória no São Paulo animou Raí. “Estou muito motivado, porque é um momento bom na minha vida pessoal. E, obviamente, na reflexão sobre a decisão final, priorizei como primeira atividade o São Paulo. Farei isso com o foco total. A minha história no clube, no futebol e as minhas experiências me credenciam para fazer um grande trabalho no São Paulo. Estou tranquilo e confiante”, revelou Raí, que no primeiro semestre deste ano completou o Mestrado Executivo da Uefa para Jogadores Internacionais – o curso durou dois anos, foi apresentado em Londres e teve sete etapas em sete cidades diferentes: Nyon, Paris, Munique, Londres, Amsterdã, Barcelona e Nova York. 

Com a nomeação para o cargo no futebol, Raí deixará o Conselho de Administração – órgão criado para auxiliar o presidente na tomada de decisões estratégicas. O novo membro do órgão será indicado posteriormente para a função pelo presidente.

O novo executivo de futebol do clube concederá sua primeira entrevista coletiva nesta sexta-feira (8), às 12h30, no Centro de Treinamento da Barra Funda. 

O ETERNO CAMISA 10

Um dos maiores nomes na história do Tricolor, Raí estreou pelo clube há 30 anos: em 1987. Veio do Botafogo de Ribeirão Preto e, após um período de adaptação, mostrou a importância que teria na equipe são-paulina. Tornou-se o capitão e virou uma espécie de símbolo do time que ganhou quase tudo em 91, 92 e 93. 

Raí se despediu, em sua primeira passagem pelo clube, goleando o Santos por 6 a 1, em 1993. Depois, jogou na França e voltou ao Tricolor em 1998 para encerrar sua carreira em 2000. No retorno, logo de cara, foi campeão: marcou o primeiro gol do segundo jogo da final do Campeonato Paulista contra o Corinthians (3 a 1) e comemorou mais um título em sua vitoriosa carreira.

No período em que esteve no São Paulo, somando as duas passagens, Raí disputou 395 jogos e balançou as redes 128 vezes.  No currículo, além das Libertadores, participou das conquistas dos Campeonatos Paulistas de 1989, 1991, 1992, 1998 e 2000, do Brasileiro de 1991 e do Mundial Interclubes de 1992.



Fonte: www.saopaulofc.net

Marcado como

Comentários

Dê a sua opnião

Seu e-mail não será publicado.Campos marcados com asterísco são obrigatórios.


Escute a Rádio

ao vivo

Current track
TITLE
ARTIST

Background