Notícias

“Fico arrepiado só de pensar que vou jogar no São Paulo”, diz Pablo

0

Anunciado nesta quarta-feira como reforço do São Paulo para a temporada de 2019, o atacante Pablo não esconde a ansiedade de vestir a camisa tricolor. Destaque do Atlético-PR nos últimos anos, o jogador teve 70% de seus direitos econômicos adquiridos por 6 milhões de euros (R$ 26,5 milhões) e assinou um contrato válido até o fim de 2022.

“Fico arrepiado só de pensar que vou jogar no São Paulo. Iniciamos as conversas já faz algum tempo, o São Paulo sempre foi minha primeira opção pelo projeto que me foi apresentado, pela história do clube. Depois que acabou a Sul-Americana, conversei com o meu pai e com o pessoal que trabalha comigo, eles me perguntaram o que eu queria e eu falei que queria o São Paulo”, disse Pablo ao site oficial do Tricolor.

Com 18 gols em 51 jogos na temporada, Pablo chamou atenção de outros clubes do Brasil e foi especulado na Europa. Para tirá-lo do Furacão, o São Paulo superou a concorrência do Flamengo, que teve uma proposta recusada pelos paranaenses.

“A contratação do Pablo indica as ambições e o nível de competitividade que queremos no São Paulo para a próxima temporada. É um jogador que despertou o interesse dos maiores clubes do Brasil e que fez a escolha de defender as cores do São Paulo. Ele acredita no nosso projeto, e sei que com ele estaremos mais próximos de atingir nossos objetivos”, declarou o presidente Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco.

Aos 26 anos, Pablo chega com status de titular do time dirigido por André Jardine. Versátil, o jogador pode atuar tanto como de centroavante quanto de segundo atacante. Decisivo, ele marcou gols nas duas finais contra o Junior Barranquilla, da Colômbia, pela Copa Sul-Americana, da qual foi artilheiro e campeão.

“Pablo é um jogador que vem de três boas temporadas e que se destacou não só pela qualidade técnica, mas também pelo pelo poder de decisão. É um jogador que pode atuar como centroavante, mas que não se limita a isso. É um atacante que faz gols, mas que tem capacidade de comandar o setor ofensivo, oferecendo alternativas aos companheiros. Estamos convictos de que ele será um reforço de grande influência para nossa equipe”, avaliou o diretor-executivo de futebol Raí.

O dirigente, aliás, foi decisivo na contratação. Antes do primeiro duelo contra o Junior o dirigente foi até Curitiba para conversar com pessoas próximas ao jogador e iniciar as tratativas com o Atlético-PR.

“Desde o início das conversas vimos no Pablo aquilo que para nós é o mais importante, que foi a vontade dele em vestir a camisa do São Paulo. Ele nos manifestou isso desde a primeira etapa das negociações e por isso tivemos tranquilidade para fechar essa contratação, mesmo cientes do interesse e da concorrência de outros clubes”, afirmou o gerente executivo de futebol Alexandre Pássaro.

Revelado no Atlético-PR, Pablo passou pelo Figueirense. De lá, saiu para jogar no time B do Real Madrid, mas não vingou e retornou ao time catarinense. Em 2015, atuou no Cerezo Osaka, do Japão. No ano seguinte, foi recontratado pelo time que o fez surgir para o futebol. Agora, terá a missão de ajudar o São Paulo a acabar com a seca de títulos.

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe um comentário

Please Login to comment