Notícias

Hernanes rejeita rótulo de salvador da pátria e minimiza revés do São Paulo

0

Em sua estreia no Campeonato Paulista de 2019, Hernanes não conseguiu evitar a derrota do São Paulo por 1 a 0 para o Guarani, nesta quinta-feira, no Pacaembu. Na saída de campo, o Profeta avisou: não é o salvador da pátria.

“Isso não existe. Cada um desempenha seu papel. Hoje foi apenas 20, 30 minutos. Vou entrar em forma para contribuir com a minha parte”, afirmou o meia, que entrou aos 19 minutos do segundo tempo no lugar de Anderson Martins.

“Estávamos jogando muito pelas pontas e ele [André Jardine] queria mais intensidade no meio-campo, mas não conseguimos ser efetivos”, lamentou o camisa 15, ponderando o resultado em seguida.

“É normal. As equipes como Guarani, Red Bull, que venceu o Corinthians ontem [quarta-feira], estão se preparando há 40, 50 dias. Isso é normal no início. Por isso precisamos ter paciência para entrar em forma”, avaliou.

Principal reforço do Tricolor para a temporada, Hernanes ainda teve uma chance de empatar no fim, mas parou no goleiro Kléver. O Guarani marcou o gol da vitória logo no primeiro minuto de jogo, em uma falha da zaga são-paulina.

“Não acredito em sorte, acredito em eficiência, em foco, em disciplina. Tivemos três chances e não fizemos os gols. O Guarani teve uma e fez. É ter foco e concentração”, concluiu.

Aprimorando a forma física, Hernanes participou do duelo por 30 minutos. A ideia da comissão técnica é tê-lo em condições físicas ideais para ser titular no jogo de ida contra o Talleres, na Argentina, no dia 6, pela Copa Libertadores.

Fonte: Gazeta Esportiva

Comentários

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *