Notícias

Irregular, Diego Souza teve passagem de altos e baixos no São Paulo

0

GazetaEsportiva.net

Emprestado ao Botafogo, Diego Souza teve uma passagem pelo São Paulo que durou pouco mais de 14 meses e que foi marcada por altos e baixos. Comprado do Sport no início de 2018 por R$ 10 milhões, o atacante acumulou críticas da torcida, reviveu um pesadelo contra o Corinthians e deixou o Tricolor sem deixar saudade.

Na temporada passada, o Tricolor precisou
de apenas quatro meses para cogitar a saída de Diego Souza. Até então,
com apresentações aquém do esperado, o jogador não havia justificado o
alto investimento, o que lhe fez perder um lugar no time titular de
Dorival Júnior.

A situação piorou quando ele
voltou a ser vítima do corintiano Cássio, seu algoz nas oitavas de final
da Copa Libertadores de 2012. Na disputa por pênaltis das semifinais do
Campeonato Paulista do ano passado, o atacante teve a cobrança
defendida pelo goleiro, herói da classificação do arquirrival tricolor.

Irregularidade marcou passagem de Diego Souza pelo São Paulo (Foto: Fernando Dantas/Gazeta Press)

Pouco tempo depois, com a eliminação na
Copa do Brasil para o Athletico-PR, Diego Souza ficou em vias de deixar o
São Paulo para retornar ao Vasco. O Tricolor, porém, quis dar mais uma
chance ao atleta e não entrou em acordo com o Cruz-Maltino.

Uma conversa com o diretor-executivo de futebol Raí e Diego Aguirre, então técnico da equipe, o ajudou a reagir no clube. Diego Souza rapidamente subiu de produção, ajudou a levar o Tricolor à liderança do Campeonato Brasileiro, atingiu a marca de 100 gols na história da competição e terminou o ano como artilheiro do time, com 16 tentos.

A perda do título brasileiro para o rival
Palmeiras, contudo, voltou a colocar Diego Souza sob pressão. Para
piorar, o atleta começou mal a temporada 2019, sobretudo pelas atuações
discretas nos duelos decisivos com o Talleres-ARG na Copa Libertadores.
Com a forma física questionada por parte da torcida, ele marcou apenas
um gol em dez jogos disputados. Aos 33 anos, Diego Souza não estava nos planos do técnico
Cuca. A avaliação é de que o atacante não se encaixa no time que o
treinador quer montar quando assumir o São Paulo, algo que está previsto
para acontecer após o Paulistão. Além disso, o Tricolor precisa aliviar
sua folha salarial para buscar reforços pontuais.

O Botafogo será o décimo clube brasileiro a
ser defendido por Diego Souza. Revelado pelo Fluminense, o atleta teve
boas passagens por Grêmio, Palmeiras, Vasco e Sport, e com menos
destaque em Atlético-MG, Cruzeiro e Flamengo. No São Paulo, ele disputou
61 jogos e marcou 17 gols.


Fonte: SP Net

São Paulo x Ferroviária: Nenê e Liziero desfalcam time, e Hudson volta a ser convocado; veja lista

Último artigo

Mancini vê São Paulo preparado contra Ferroviária: “Semana proveitosa”

Próximo Artigo

Comentários

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Veja mais Notícias