Notícias

Jardine minimiza placar após derrota: “Não reflete o que foi”

0

O técnico André Jardine minimizou a derrota elástica para o Ajax por 4 a 2 após o apito final. O comandante tricolor afirmou que seus jogadores tiveram algumas oportunidades de ampliar o marcador quando o São Paulo vencia por 1 a 0, mas admitiu a frustração de se despedir da Copa Flórida com duas derrotas na bagagem.

“Fica a frustração do resultado, porque o placar do jogo não reflete o que foi. A gente teve situações importantes até para aumentar o placar antes de tomar o primeiro gol, depois de tomar a frente de novo no placar. O 4 x 2 foi um pouquinho pesado com a gente”, disse Jardine.

De fato, o São Paulo teve boas chances para abrir uma boa vantagem no segundo tempo, quando Jardine acionou a formação considerada reserva. Nenê desperdiçou uma excelente oportunidade ao sair cara a cara com o goleiro, mas tentou encobrir o rival de maneira displicente e acabou dando a bola de presenta para Onana.

“Tivemos boas oportunidades para marcar mais gols, mas não conseguimos. E o Ajax, superior fisicamente porque está no meio da temporada europeia, soube aproveitar isso. Acredito que o mais importante, acima dos resultados, foi trabalhar a construção da equipe e consolidar algumas ideias. Pelo nível dos adversários, nós sabíamos que seriam jogos difíceis. Mas era exatamente isso que buscávamos para fortalecer a preparação da equipe”, completou.

Enquanto o setor ofensivo não deixou muito a desejar do primeiro para o segundo tempo, a defesa do São Paulo não conseguiu repetir o desempenho da etapa inicial. Com Rodrigo, jovem recém-promovido da base, e Bruno Alves na zaga, além de Araruna e Léo nas laterais, Jardine viu o Ajax chegar ao gol de Tiago Volpi com notável facilidade, o que culminou nos quatro gols dos holandeses.

Agora, o São Paulo volta o foco para a sua estreia no Campeonato Paulista, marcada para o próximo sábado, às 19h30 (de Brasília), contra o Mirassol, no estádio do Pacaembu. Até lá, André Jardine terá a missão de ajustar os movimentos de sua equipe na fase defensiva, um dos problemas que mais ficaram em evidência nesta pré-temporada.

“Treinamos com ritmo forte todos os dias e rodamos o elenco, como era a nossa estratégia, e assim conseguimos manter a intensidade em todos os treinamentos. Agora, complementaremos a preparação antes da estreia no estadual”, concluiu.

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe um comentário

Please Login to comment