Notícias

Na busca por espaço, Carneiro volta a sofrer problema físico

0

Gonzalo Carneiro viajou aos EUA com o restante da delegação são-paulina para a disputa da Copa Flórida, mas não foi aproveitado pelo técnico André Jardine. Criticado por não ter dado uma oportunidade ao atacante uruguaio, o comandante tricolor explicou que o atleta vem convivendo com algumas dores musculares neste início de temporada e por isso acabou ficando no banco de reservas.

“O Gonzalo está com uma pequena dor muscular. A nossa ideia era usá-lo hoje, pena que ele sentiu isso”, lamentou o técnico André Jardine.

No treino que antecedeu a primeira partida do São Paulo em 2019, contra o Eintracht Frankfurt, Gonzalo Carneiro treinou em um campo à parte junto com Biro Biro, Edimar, Rodrigo e Tréllez. Imaginava-se, portanto, que o atacante uruguaio receberia uma oportunidade no duelo com o Ajax, o que não aconteceu.

A infelicidade de Carneiro, contudo, não é novidade. No ano passado, o reforço indicado por Diego Aguirre demorou para estrear com a camisa do São Paulo. Anunciado em abril, o atacante só entrou em campo pela primeira vez no fim de julho, na vitória por 3 a 1 sobre o Corinthians.

À época, Gonzalo Carneiro não jogava uma partida oficial desde novembro de 2017. Por conta de uma pubalgia, o uruguaio chegou a ser recusado pelo Grêmio, interessado no jogador, mas um tanto quanto receoso sobre seu estado físico. O São Paulo, por sua vez, apostou no atleta, mandando, inclusive, Diego Lugano ao Uruguai para conversar com ele, e teve de ter paciência, vendo-o treinar ora com o restante do elenco, ora somente na companhia de fisioterapeutas.

Pelo pouco que mostrou, Carneiro pode ser uma opção interessante neste vasto elenco à disposição de André Jardine. Apesar da estatura de centroavante – o uruguaio mede 1,94m -,  ele pode atuar também como um segundo atacante, mais aberto. A temporada é longa, é preciso de elenco. A ver como será essa recuperação do jogador.

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe um comentário

Please Login to comment