IMG-20240606-WA0020

São Paulo sondou situação de volante ex-Seleção emprestado pela Juventus

Dirigentes do São Paulo procuraram o estafe do volante Arthur Melo para saber se haveria condições (e interesse) do jogador de 27 anos, que pertence à Juventus, da Itália, chegar ao Morumbi por empréstimo para substituir Pablo Maia, que se recupera de cirurgia e deve voltar a jogar em alto rendimento só no final deste ano.

Revelado pelo Grêmio e já apontado anteriormente como uma das maiores revelações do futebol brasileiro, Arthur foi contratado a peso de ouro pelo Barcelona, de onde se transferiu para a Velha Senhora em 2020 em um negócio considerado suspeito para que ambos os clubes driblassem o chamado ‘fair play financeiro’ de seus países.

Na Itália, contudo, Arthur continuou apresentando a queda de rendimento que tanto frustrou os torcedores catalães. Com isso, passou as últimas temporadas emprestado.

Primeiro para o Liverpool, um gigante inglês. Sem brilho, foi repassado à Fiorentina, onde até que foi titular absoluto e chegou à final da Conference League, perdendo a final. Na Série A, um modesto no lugar. O suficiente pra a Viola descartar exercer a opção de compra prevista no acordo.

Para se ter uma ideia da trajetória decadente de Arthur no Velho Continente, o jogador está avaliado atualmente em 15 milhões de euros (R$ 85,7 mi).

Já chegou a valer 70 mi de euros (aproximadamente R$ 400 mi) no início de Barça, em 2019.A reportagem apurou que as conversas iniciais giravam nas argumentações habituais: no Brasil, Arthur teria maior qualidade de jogo e visibilidade, podendo assim, quem sabe, voltar à Seleção Brasileira, onde um dia foi cogitado como esperança para a disputa da Copa do Mundo.

Mas o ceticismo é grande. Primeiro pela óbvia questão salarial, que fariam de Arthur (apesar do justo tratamento como um dos maiores reforços da janela nacional) um dos mais bem pagos do atual plantel tricolor.Segundo pelos próprios planos do jogador.

Com contrato até junho de 2026, ele ainda tem esperança de recuperar o espaço na Juventus, que terá o ítalo-brasileiro Thiago Motta como treinador na nova época europeia e, com isso, maiores chances dele quem sabe ser utilizado.

Não é a primeira vez que um clube brasileiro sonha em repatriar Arthur. Em 2023 ele chegou a receber proposta oficial do Fluminense, mas optou pela Fiorentina. É o segundo nome cogitado pelo São Paulo para a função de volante para a janela que abrirá em julho.

Matheus Henrique, que também atua no futebol italiano, mas no Sassuolo, que acabou rebaixado, abriu conversas com o Tricolor, mas deve ir para o Cruzeiro, que sinaliza investir alto pela sua contratação.

O clube do Morumbi, além de Pablo Maia, estará desfalcado na posição nos próximos 30 dias de Bobadilla, convocado pelo Paraguai para a Copa América.

Apuração com Rafael Emiliano(@rafaemiliano), Alex Bispo, Renata Villas Boas e Ramoni Ártico